PERCEPÇÃO AMBIENTAL DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO TÉCNICO: UM ESTUDO NAS ESCOLAS CIDADÃS INTEGRAIS TÉCNICAS EM PATOS, PARAÍBA

Abstract

Environmental education has become a recurrent theme in studies related to environmental issues, however, its implementation in the curricula of educational institutions has proved to be a complex challenge. Thus, in order to contribute to the treatment of this issue, this study aims to analyze the environmental perception of high school technical students from technical integral citizen schools in the city of Patos-PB. For data collection, an online questionnaire (survey), structured and developed in Google Forms, was used. The diviner data from the research were treated with the aid of the Statistical Package for Social Sciences (SPSS©) software and analyzed using descriptive statistics, such as frequency, mean and standard deviation. In the results, it was observed that the target audience analyzed is young, most are female, study at ECIT Lynaldo Cavalcanti de Albuquerque, attend the Sales Technician and are enrolled in the 1st year/grade of high school. Therefore, far from ending the discussion on environmental issues, it is believed that this study can theoretically contribute to the literature on environmental education and its possibilities, as well as to the insertion of the theme in the curriculum of technical secondary education.

Author Biographies

Geymeesson Brito da Silva, Federal University of Pernambuco (UFPE), Brazil

PhD student and Master in Administration from the Postgraduate Program in Administration at the Federal University of Pernambuco (PROPAD/UFPE).

Wyllys Abel Farkatt Tabosa, Federal Institute of Rio Grande do Norte (IFRN), Brazil

Professor at the Federal Institute of Education, Science and Technology of Rio Grande do Norte (IFRN).

References

ASSMANN, B. R. Contribuições da educação ambiental no ensino médio promovendo melhorias ao ensino e ao ambiente. Caderno Intersaberes, v. 5, n. 6, 2016.

BATISTA, R. R. L. A Educação e o Desenvolvimento Sustentável em Políticas Públicas na Paraíba: as Escolas Cidadãs Integrais. 2019. 153 f. Dissertação (Mestrado em Gestão Pública e Cooperação Internacional). Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa, 2019.

BRASIL, Senado Federal. Constituição da república federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, Centro Gráfico, 1988.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de Educação – PNE e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, 2014.

BRASIL. Lei nº 13.415, de 16 de fevereiro de 2017. Altera as Leis nos. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e 11.494, de 20 de junho 2007, que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, a Consolidação das Leis do Trabalho - CLT, aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1 de maio de 1943, e o Decreto-Lei no 236, de 28 de fevereiro de 1967; revoga a Lei no 11.161, de 5 de agosto de 2005; e institui a Política de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, 2017.

BRASIL. Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981. Dispõe sobre a Política Nacional do Meio Ambiente, seus fins e mecanismos de formulação e aplicação, e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, 1981.

BRASIL. Lei nº 9.795, de 27 de abril de 1999. Dispõe sobre a Educação Ambiental, institui a Política Nacional de Educação Ambiental e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, 1999.

BRASIL. Lei nº 9394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Brasília, 1996.

BRASIL. Manual Operacional de Educação Integral. Brasília, 2013. Disponível em: Acesso em: 23 jan. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Educação Ambiental: aprendizes de sustentabilidade. Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade (Secad/MEC). Brasília, 2007.

CARVALHO, I. C. M. Educação ambiental: a formação do sujeito ecológico. Cortez Editora, 2017.

CAVALIERE, A. M. Anísio Teixeira y la educación integral. Paidéia. Ribeirão Preto, v. 20, n. 46, p. 249-259, 2010.

COELHO, L. M. C. C. História(s) da Educação Integral. Em Aberto. Brasília, v. 22, n. 80, p. 83-96, 2009.

COOPER, D. R.; SCHINDLER, P. S. Métodos de Pesquisa em Administração. 12. ed. McGraw Hill Brasil, 2016.

COSTA, A. P. As Políticas Públicas de Educação Integral no Estado da Paraíba. Trabalho de Conclusão de Curso (Superior de Tecnologia em Gestão Pública). 2019. 36 f. Universidade Federal de Campina Grande. Sumé, 2019.

DUARTE, W. J. B. Educação ambiental nas escolas como um instrumento para a preservação da Amazônia. Educação Ambiental em Ação, v. 17, n. 64, 2018.

ECI. Escola Cidadã Integral. Programa. Disponível em: Acesso em: 23 jan. 2021.

FERREIRA, H. B.; REES, D. K. Educação integral e escola de tempo integral em Goiânia. Educação & Realidade, v. 40, n. 1, p. 229-251, 2015.

FERREIRA, J. E.; PEREIRA, S. G.; BORGES, D. C. S. A Importância da Educação Ambiental no Ensino Fundamental. RBEC. Revista Brasileira de Educação e Cultura, n. 7, p. 104-119, 2013.

FERREIRA, J. E.; PEREIRA, S. G.; BORGES, D. C. S. A Importância da Educação Ambiental no Ensino Fundamental. Revista Brasileira de Educação e Cultura, n. 7, p. 104-119, 2013.

FLICK, U. Introdução à Metodologia de Pesquisa: um guia para iniciantes. Porto Alegre: Penso, 2012.

FRAGOSO, E.; NASCIMENTO, E. C. M. A Educação Ambiental no Ensino e na Prática Escolar da Escola Estadual Cândido Mariano – Aquidauana/MS. Ambiente & Educação, v. 23, n. 1, 2018. DOI: https://doi.org/10.14295/ambeduc.v23i1.6988

FRANKENBERGER, F.; AMARANTE, J. G. M. C. C.; VIEIRA, A. M. D. P. Sustentabilidade no Curso de Administração: ensino é refletido no Enade? Revista Gestão Universitária na América Latina, v. 10, n. 2, 2017.

FREITAS, H.; OLIVEIRA, M.; SACCOL, A. Z.; MOSCAROLA, J. O método de pesquisa survey. Revista de Administração. São Paulo, v. 35, n. 3, p. 105-112, 2009.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

GONÇALVES, A. S. Reflexões sobre educação integral e escola de tempo integral. Cadernos Cenpec - Nova série, v. 1, n. 2, 2006.

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA. Governo divulga expansão com mais 73 Escolas Cidadãs Integrais na Rede Estadual de Ensino, 2021. Disponível em: Acesso em: 25 jan. 2021.

HAIR-JR. J. F.; BLACK, W. C.; BABIN, B. J.; ANDERSON, R. E.; TATHAM, R. L. Análise multivariada dos dados. 7. ed. Porto Alegre: Bookman, 2015.

HO, T. L.; BIONDI, D.; GRISE, M. M. Educação ambiental nas escolas municipais de Curitiba, PR. Pesquisa em Educação Ambiental, 2021. DOI: https://doi.org/10.18675/2177-580X.2021-14035

JACOBI, P. Educação ambiental, cidadania e sustentabilidade. Cadernos de Pesquisa, n. 118, p. 189-206, 2003.

LEITE, M. E. P. Programa de Educação Integral na Paraíba: uma análise da Política Educacional sob a égide da racionalidade neoliberal. 2019. 141 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia). Universidade Federal da Paraíba. João Pessoa, 2019.

LIKERT, R. A technique for the measurement of attitudes. Archives in Psychology, p. 1-55, 1932.

LOUREIRO, C. F. B. Trajetória e Fundamentos da Educação Ambiental. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2012.

MARTINS-JÚNIOR, J. Como escrever Trabalhos de Conclusão de Curso: instruções para planejar e montar, desenvolver, concluir, redigir e apresentar trabalhos monográficos e artigos. Petrópolis: Vozes, 2017.

MEDEIROS, A. B.; MENDONÇA, M. J. S. L.; SOUSA, G. L.; OLIVEIRA, I. P. A Importância da educação ambiental na escola nas séries iniciais. Revista Eletrônica Faculdade Montes Belos, v. 4, n. 1, 2011.

MELO, E. F. R. Q.; KORF, E. P. Percepção e sensibilização ambiental de universitários sobre os impactos ambientais da disposição de resíduos sólidos urbanos em Passo Fundo-RS. Revista Brasileira de Educação Ambiental (RevBEA), v. 5, n. 1, p. 45-54, 2010.

NARCIZO, K R. S. Uma análise sobre a importância de trabalhar educação ambiental nas escolas. REMEA. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, v. 22, 2009.

NÓBREGA, I, F. A contribuição dos professores de química na inserção da educação ambiental em escolas públicas da cidade de Patos-PB. 2014. 115 f. Monografia (Licenciatura em Ciências Exatas). Universidade Estadual da Paraíba. Patos, 2014.

OLIVEIRA, F.; PEREIRA, E.; PEREIRA-JUNIOR, A. Horta escolar, Educação Ambiental e a interdisciplinaridade. Revista Brasileira de Educação Ambiental (RevBEA), v. 13, n. 2, 2018. DOI: https://doi.org/10.34024/revbea.2018.v13.2546

PAIVA, C. O. L. A Temática Ambiental na Educação Integral: Política, Currículo e Práticas Educativas nas Escolas em Tempo Integral do Rio Grande do Norte. 2020. 142 f. Dissertação (Mestrado em Ensino). Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Pau dos Ferros, 2020.

PAIVA, C. O. L.; BATISTA, M. S. S. Educação Integral no Rio Grande do Norte: Política, Implantação e Expansão das Escolas em Tempo Integral (2017-2019). Interfaces Científicas-Educação, v. 9, n. 3, p. 58-70, 2020. DOI: https://doi.org/10.17564/2316-3828.2020v9n3p58-70

PARAÍBA, Lei n° 11.100, de 06 de abril de 2018. Cria o Programa de Educação Integral, composto por Escolas Cidadãs Integrais - ECI, Escolas Cidadãs Integrais Técnicas - ECIT e Escolas Cidadãs Integrais Socioeducativas - ECIS e institui o Regime de Dedicação Docente Integral – RDDI e dá outras providências. Diário Oficial do Estado da Paraíba. João Pessoa, 2018.

PARAÍBA. Lei n° 10.488, de 23 de junho de 2015. Aprova o Plano Estadual de Educação – PEE e dá outras providências. Diário Oficial do Estado da Paraíba. João Pessoa, 2015a.

PARAÍBA. Decreto nº 36.408, de 30 de novembro de 2015. Cria a Escola Cidadã Integral Técnica, institui o Regime de Dedicação Docente Integral – RDDI e dá outras providências. Diário Oficial do Estado da Paraíba. João Pessoa, 2015b.

PARAÍBA. Decreto nº 36.409, de 30 de novembro de 2015. Cria a Escola Cidadã Integral Técnica, institui o Regime de Dedicação Docente Integral – RDDI e dá outras providências. Parte II. Diário Oficial do Estado da Paraíba. João Pessoa, 2015c.

PARENTE, C. M. D. Políticas de educação integral em tempo integral à luz da análise do ciclo da Política Pública. Educação & Realidade, v. 43, n. 2, p. 415-434, 2018.

PARO, V. H. Gestão escolar, democracia e qualidade do ensino. 1. ed. São Paulo: Ática, 2009.

PHILIPPI-JÚNIOR, A.; PELICIONI, M. C. F. Educação ambiental: desenvolvimento de cursos e projetos. FSP-USP. Núcleo de Informações em Saúde Ambiental. São Paulo: Signus, 2000.

POLLI, A.; SIGNORINI, T. A inserção da educação ambiental na prática pedagógica. Ambiente & Educação, v. 17, n. 2, p. 93-101, 2012.

REIGOTA, M. O que é educação ambiental. São Paulo: Brasiliense, 2009.

RODRIGUES, A. C. S. Escola Cidadã Integral: proposições curriculares para jovens do Ensino Médio. Revista Espaço do Currículo, v. 12, n. 1, 2019. DOI: https://doi.org/10.22478/ufpb.1983-1579.2019v12n1.41984

RODRIGUES, I. O. F.; FREIXO, A. A. Representações e práticas de educação ambiental em uma escola pública do município de Feira de Santana (BA): subsídios para a ambientalização do currículo escolar. Revista Brasileira de Educação Ambiental, Brasília, v. 4, p. 99-106, 2009.

RODRIGUES, W. D. S.; SOUSA, F. R. L.; SILVA, M. D. S.; FRADE, C. M.; SOARES, A. F. Educação Ambiental e Sustentabilidade no Ensino Superior: a necessidade dessa temática na grade curricular para a formação do Administrador. Revista Científica Semana Acadêmica. Fortaleza, v. 1, n. 138, 2018.

SANTOS, A. H. F.; MOL, M. P. G. Educação ambiental no espaço escolar: percepção e perspectivas na Escola Municipal Professor Geraldo Basílio Ramos, Contagem-MG. Educação Ambiental em Ação, v. 17, n. 65, 2018.

SCHULTZ, J. P.; CAMPOS, M. A. T. Reflexões acerca da complexidade no processo educativo: a educação ambiental escolar em questão. Educação Ambiental em Ação, v. 17, n. 65, 2018.

SILVA, A.; HAETINGER, C. Educação ambiental no ensino superior: o conhecimento a favor da qualidade de vida e da conscientização socioambiental. Revista Contexto & Saúde, v. 12, n. 23, p. 34-40, 2012.

SILVA, É. L.; SOUSA, F. R. L.; FRADE, C. M.; SILVA, G. B.; PESSOA, M. F.; SILVA, M. D. S.; MELO, C. X. Educação Ambiental: um estudo com alunos e professores de duas escolas públicas municipais. Revista Semana Acadêmica, v. 1, n. 179, 2019.

SILVA, G. B.; MARACAJÁ, K. F. B. A educação ambiental e a educação turística no ensino fundamental na Escola Estadual Quintino Bocaiúva e Escola Municipal Professora Palmira Barbosa em Santa Cruz (RN). Caderno Virtual de Turismo, v. 12, n. 3, 2012.

SILVA-JÚNIOR, O. R.; SENA, C. A. B.; SILVA, R. B.; SILVA, V. M. M. A.; LIMA, R. R. A. Aprendendo Educação Ambiental: a escola como uma ferramenta de mudança social. In: Políticas Públicas na Educação Brasileira: Educação Ambiental. Ponta Grossa (PR): Atena Editora, 2018.

SOARES, M. B.; FRENEDOZO, R. C. Sequência Didática para Inserção da Educação Ambiental no Ensino Fundamental. Revista Triângulo, v. 11, n. 1, p. 196-211, 2018. DOI: https://doi.org/10.18554/rt.v0i0.2660

SOUSA, S. D. N. F.; REBELLO, F. K.; CORDEIRO, L. P.; CARDOSO, C. M.; SANTOS, M. A. S. Educação ambiental na Amazônia: contexto e prática de professores no município de Colares, no Estado do Pará, Brasil. Research, Society and Development, v. 9, n. 7, 2020. DOI: https://doi.org/10.33448/rsd-v9i7.4173

VILAS BOAS, M. L.; ABBIATI, A. S. A educação (em tempo) integral no Brasil: um olhar sobre diferentes experiências. Revista online de Política e Gestão Educacional, v. 24, n. 3, p. 1573-1597, 2020. DOI: https://doi.org/10.22633/rpge.v24i3.13545.
Published
17/12/2023
How to Cite
SILVA, Geymeesson Brito da; TABOSA, Wyllys Abel Farkatt. PERCEPÇÃO AMBIENTAL DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO TÉCNICO: UM ESTUDO NAS ESCOLAS CIDADÃS INTEGRAIS TÉCNICAS EM PATOS, PARAÍBA. Geosaberes, Fortaleza, v. 14, p. 130-150, dec. 2023. ISSN 2178-0463. Available at: <http://www.geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/1241>. Date accessed: 24 july 2024. doi: https://doi.org/10.26895/geosaberes.v14i0.1241.
Section
ARTICLES