DIGITAL COMMUNITY MAP: PLACE AND IDENTITIES IN THE SOCIAL NETWORKS

Abstract

The scientific paper does some theoretical discussions about the dynamic social cartography experiment which used the Community Digital Map (MDC) as a tool. It aims to analyze the place perception of the residents of the suburbs of Sobral - Ceará, based on it posts and mappings in MDC. The instrument of research is a Smartphone application that promotes the integration between social networks and maps. Since the MDC is a new tool, it was necessary to spread it to the residents of Sobral suburbs. Based on the analysis of posts made by the residents of peripheral neighborhoods, it is noticeable they use the application as a knowledge instrument and territorial empowerment. Thus, it can be inferred that, despite the problems present on the outskirts of Sobral, the residents have a strong identification and affection with the space where they live.

Author Biographies

Nildemar Pereira da Silva, Federal Institute of Piauí (IFPI), Brazil

Master in Geography from Vale do Acaraú State University, professor of Geography at the Federal Institute of Piauí (IFPI).

Nilson Almino de Freitas, Vale do Acaraú State University (UVA), Brazil

Professor on the permanent staff of the Postgraduate Program in Geography at the State University of Ceará - PROPGEO/UECE and the Professional Master's Degree in Sociology on a National Network - PROFSOCIO - Vale do Acaraú State University (UVA).

References

ACSELRAD, H.; COLI, L. R. Disputas territoriais e disputas cartográficas. In: ACSELRAD, H. (Org.). Cartografias Sociais e Território. 1.ed. Rio de Janeiro: IPPUR/UFRJ, 2008. p. 13-44.

ACSELRAD, H.; VIÉGAS, R. N. Cartografias sociais e territórios-um diálogo latino-americano. In: Acselrad, H. (Org.). Cartografia social, terra e território. 1.ed. Rio de Janeiro, IPPUR/UFRJ, 2013. p. 15-40.

ALMEIDA, B. F. M. A.; SOUZA, D. B.; Gorayeb, A. A cartografia social como instrumento potencializador para a identificação de potencialidades e problemáticas do território no assentamento Sabiaguaba, Amontada, Ceará. Revista Encontros Universitários da UFC, v. 2 n. 1, p. 1-1, nov. 2017. Disponível em: . Acesso em: 19 de fevereiro de 2019.

CAVALCANTI, L. de. S. Geografia escola e construção de conhecimentos. 18.ed. Campinas: Papirus, 2013.

CERTEAU, M.; GIARD. L.; MAYOL, P. A invenção do cotidiano: 2. Morar, cozinhar. Petrópoles: Vozes, 1996.

CERTEAU, M. de. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Petrópolis: Vozes, 1998.

CORRÊA, R. L. A periferia urbana, Revista Geosul, v. 1. n. 2, p. 1-9, jan. 1986. Disponível em: . Acesso em: 11 de fevereiro de 2019.
DUARTE, P. A. Cartografia temática. Florianópolis: Ed. da UFSC 1991.

DUARTE, A. L. Os sentidos da comunidade: notas para um estudo sobre bairros operários e identidade cultural. Trajetos Revista de História da UFC, v. 1, n. 2, p. 103-113, Jul. 2002. Disponível em: . Acesso em: 10 de setembro de 2019.

DUARTE, P. A. Fundamentos de Cartografia. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2008.

FITZ, P. R. Geoprocessamento sem complicação. São Paulo: Oficina de textos, 2008.

FREITAS. N. A. de. Ação, efeito e manobras: o artefato primoroso. In: FREITAS. N. A. de.; MARIA JÚNIOR. M.; HOLANDA, V. C. C. (Orgs.). Múltiplos olhares sobre a cidade e o urbano: Sobral e Região em foco. 1.ed. Sobral: UECE/UVA, 2010. p. 185-210.

GEERTZ, C. O saber local. Petrópolis: Vozes, 2007.

HINE, C. Virtual ethnography. Londres: Sage, 2000.

HAESBAERT, R. Sobral: esquizofrenia da exceção, In: FREITAS. N. A. de.; MARIA JÚNIOR, M.; HOLANDA, V. C. C. de (Orgs.). Múltiplos olhares sobre a cidade e o urbano: Sobral e Região em foco. 1.ed. Sobral: UECE/UVA, 2010. p. 213-216.

LANDIM NETO, F. O.; SILVA, E. V. da.; COSTA, N. O. Cartografia social instrumento de construção do conhecimento territorial: reflexões e proposições acerca dos procedimentos metodológicos do mapeamento participativo. Revista da Casa da Geografia de Sobral, Sobral, v. 18, n. 2, p. 56-70, 2016. Disponível em: . Acesso em: 10 de setembro de 2019.

LATOUR, B. A vida de laboratório: a produção dos fatos científicos. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 1997.

MARTINELLI, M. Mapas da Geografia e a Cartografia Temática. São Paulo: Contexto 2006.

RAFFESTIN, C. Por uma Geografia do poder. Tradução de Maria Cecília França. São Paulo: Ática, 1993.

SANTOS, M. A Natureza do Espaço: Técnica e Tempo, Razão e Emoção. São Paulo: EDUSP, 2006.

SANTOS, M. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. Rio Janeiro: Record, 2008.

SANTOS, M. Da totalidade ao lugar. São Paulo: Edusp, 2014.

SERPA, Angelo. Lugar e mídia. São Paulo: Contexto, 2011.
SAQUET, Marcos Aurélio. Por uma Geografia das territorialidades e das temporalidades: Uma concepção multidimensional voltada para o desenvolvimento territorial. 2.ed. Rio de Janeiro: Consequência, 2015.

TAYLOR, D. R. F. Uma base conceitual para a cartografia: novas direções para a era da informação. Revista portal da cartografia e geociências. V.3, n. 1, p.1-10, 2010. Disponível em: Acesso em: 11 de setembro de 2019.

TUAN, Y. F. Espaço e Lugar: a perspectiva da experiência. São Paulo: DIFEL, 1983.
Published
25/03/2024
How to Cite
SILVA, Nildemar Pereira da; FREITAS, Nilson Almino de. DIGITAL COMMUNITY MAP: PLACE AND IDENTITIES IN THE SOCIAL NETWORKS. Geosaberes, Fortaleza, v. 15, p. 32-47, mar. 2024. ISSN 2178-0463. Available at: <http://www.geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/1266>. Date accessed: 21 may 2024. doi: https://doi.org/10.26895/geosaberes.v15i0.1266.
Section
ARTICLES