FOSSILS FROM THE AMAZON: AN ANALYSIS FROM THE GEOPATRIMONY OF SALINÓPOLIS, PARÁ, BRAZIL

Abstract

The protection of geodiversity presents possibilities for expanding conceptions about nature and culture. However, in Salinópolis (Pará) the fossil record appears to be distant from society and public policies. Therefore, this study aimed to understand the current situation of the geoconservation of Salinópolis fossils through the biases of scientific theoretical support and the perception of municipal public managers. It was possible to verify that there is an extensive collection of fossils from the Pirabas Formation, but there is a lack of dialogue between the public institutions responsible for safeguarding geoheritage and the city hall of Salinópolis. Therefore, there is a need to change conceptions about the city's fossil heritage, in order to strengthen socio-environmental relations, enabling the democratization of scientific-social relations, highlighting the collective nature of the Amazonian geo-environmental heritage.

Author Biographies

Barbara Alves Sepulvreda, Federal University of Pará (UFPA), Brazil

Master in Environmental Sciences and Degree in Biological Sciences from UFPA. PhD student in Science Education at the Institute of Mathematics and Scientific Education at UFPA.

Sue Anne Regina Ferreira da Costa, Federal University of Pará (UFPA), Brazil

Professor at the Faculty of Visual Arts of the Federal University of Pará (UFPA).

Aline Maria Meiguins de Lima, Federal University of Pará (UFPA), Brazil

PhD in Sustainable Development of the Humid Tropics from UFPA. Professor at the UFPA Geosciences Institute.

References

ABAIBE, J. P. Fósseis: riqueza do subsolo ou bem ambiental? 2ed. Curitiba: Juruá, 348p, 2009.

AGUILERA, O.; PAES, E. T. The Pirabas Formation (Early Miocene from Brazil) and the Tropical Western Central Atlantic Subprovince. Bol. Mus. Para. Emílio Goeldi. Cienc. Nat., Belém, v. 7, n. 1, p. 29-45, jan.-abr. 2012.

AGUILERA, O.; SCWARZHANS, W.; MORAES-SANTOS, H. NEPOMUCENO, A. Before the flood: Miocene otoliths from Eastern Amazon Pirabas Formation reveal Caribbean-type fish fauna. Journal of South America Earth Sciences, n.56, p.422-446, 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.1016/j.jsames.2014.09.021

AGUILERA, O. et al. Neogene sharks and rays from the Brazilian “Blue Amazon.” PLoS ONE 12:e0182740, 2017.

ANTONIO NOBRE. Os Fundamentos Belíssimos da Vida na Regulação Planetária (35min). Publicado no canal Os Mil Nomes de Gaia em 2015. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=Voqj9kYwI9s. Acesso em: 26 de novembro de 2021.

BARBOSA, M. M. Moluscos miocênicos de Gerôncio, rio Urindeua e farol do Atalaia (estado do Pará). Boletim do Museu Nacional, Nova Série Geologia, n. 28 p. 1-27, 1958.

BENTO, L. C. M. Um novo olhar para a geodiversidade através do geoturismo. Enciclopédia biosfera, Centro Científico Conhecer, Goiânia, v.7, n.12, 2011.

BENTO, L. C. M.; RODRIGUES, S. C. O geoturismo como instrumento em prol da divulgação, valorização e conservação do patrimônio natural abiótico: uma reflexão teórica. SeTur/SBE, Campinas, Turismo e Paisagens Cársticas, v.3, n.2, 2010.

BEURLEN, K.. Contribuição à Paleontologia do estado do Pará. Um balanomorfo da Formação Pirabas. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi, Nova Série Geologia 6: 1-6, 1958.

BORBA, A. W.; SELL, J. C. Uma reflexão crítica sobre os conceitos e práticas da geoconservação. Geographia Meridionalis, Pelota, Rio Grande do Sul, v.4, n.2, p.02-28, jan-jun, 2018.

BRILHA, J. A geologia, os geólogos e o manto da invisibilidade. Comunicação e Sociedade, v.6, p.257-265, 2004.

BRILHA, J.B.R. Património geológico, geoconservação: a conservação da natureza na sua vertente geológica. Braga, Portugal: Palimage, 2005.

CARVALHO, I. S.; DA ROSA, Á. A. S. Patrimônio Paleontológico no Brasil: Relevância para o desenvolvimento sócio-econômico. Memórias e Notícias, n.3 (nova série), 2008.

CASTRO, A. R. S. F.; MANSUR, K. L.; CARVALHO, I. S. Reflexões sobre as relações entre geodiversidade e patrimônio: um estudo de caso. Terr@ Plural, Ponta Grossa, v.12, n.3, p.383-403, 2018.

CHAGAS, A. T. R. O questionário na pesquisa científica. PUC – Campinas. 2009. Disponível em: http://cmq.esalq.usp.br/wiki/lib/exe/fetch.php?media=publico:syllabvs:lcf510:comoelaborarquestionario2.pdf . Último acesso em: 22/02/2021

CORCORAN, P. L.; MOORE, C. J.; JAZVAC, K. An anthropogenic marker horizon in the future rock record. GSA today, v. 24, n. 6, p. 4-8, 2014.

COSTA, S. A. R. F. Ictiólitos da Formação Pirabas, Mioceno do Pará, Brasil, e suas implicações paleoecológicas. Tese de Doutorado, Pós graduação em Geoquímica e Geologia, UFPA, Belém-PA, 123f, 2011.

COSTA, S. A. R. F.; RICHTER, M.; TOLEDO, P. M.; MORAES-SANTOS, H. M. Shark teeth from Pirabas Formation (Lower Miocene), northeastern Amazonia, Brazil. Bol. Mus. Para. Emílio Goeldi. Cienc. Nat., v.4, n.3, p.221-230, 2009.

COSTA, S. A. R. F.; TOLEDO, P. M.; MORAES-SANTOS, H. M. Paleovertebrados. In: ROSSETTI, D. F.; GÓES, A. M. O Neógeno da Amazônia Oriental. Museu Paraense Emílio Goeldi (coleção Friedrich Katzer). Belém, Pará, 2004.

CPRM – Serviço Geológico do Brasil. Geossit: cadastro de sítios geológicos. Disponível em: http://www.cprm.gov.br/geossit . Acesso em: 24 de junho de 2021.

DELPHIM, C. F. M. Patrimônio Cultural e Geoparque. Revista do Instituto de Geociências USP, Publ. espec., São Paulo, v.5, p.75-83, 2009.

DODEBEI, V. Memoração e patrimonialização em três tempos: mito, razão e interação digital. In: TARDY, C.; DODEBEI, V. Memória e novos patrimônios. OpenEdition Press. 236f. 2015.

FERRAROTTO, L. Promase: Análise de uma experiência de avaliação do sistema municipal de ensino de Amparo. Dissertação de mestrado. Pós-graduação em Educação. UNICAMP, Campinas, São Paulo. 200p. 2011.

FERREIRA, C. S.; CUNHA, O. R. Contribuição à paleontologia do estado do Pará: Redescrição e novas ocorrências do Denthalium paulini Maury 1924, na área da formação Pirabas. Bol. Mus. Para. Em. Goeldi. Geologia, n.3, 1957.

GÓES, A. M.; ROSSETTI, D. F.; NOGUEIRA, A. C. R.; TOLEDO, P. M. Modelo deposicional preliminar da Formação Pirabas no Nordeste do estado do Pará. Bol. Mus. Para. Emílio Goeldi, Ciências da Terra, n.2, 1990.

IBGE, Divisão Territorial Brasileira - DTB 2019. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/pa/salinopolis.html . Último acesso em: 25/01/2021.

KRENAK, A. Ideias para adiar o fim do mundo. 1.ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2019. 57 p.
KUNZLER, J.; MACHADO, D. M. C. Fósseis e patrimônio paleontológico: um retorno ao integral. Museologia e Patrimônio. Unirio/MAST, v.12, n.2, 2019.

MARTINS, J. A. S. Educação Patrimonial dos Sítios Paleontológicos da Formação Santa Maria- RS: Memórias da cidade estudo com alunos do ensino fundamental. Dissertação de Mestrado. Pós graduação em Educação, UFSM-RS. 109f, 2008.

MEIRA, S. A.; ARNEDO, M. T. E.; NASCIMENTO, M. A. L.; SILVA, E. V. O Potencial Educativo do patrimônio geológico: estudo sobre o sítio do Bosco. Geosaberes, Fortaleza, v.11, p.162-179, 2020.

MEIRA, S. A.; DANTAS, T. B.; NASCIMENTO, M. A. L.; SILVA, E. V. Geoconservação no Geossítio Trilha Ubajara-Araticum, Parque Nacional de Ubajara, Ceará, Brasil. Revista USP, v.38, p.42-57, 2019.

MORAES-SANTOS, H. M.; VILLANUEVA, J. B.; TOLEDO, P. M. New remains of a gavialoid crocodilian from the late Oligocene-early Miocene of the Pirabas Formation, Brazil. Zoological Journal of the Linnean Society, v.163, p.132-139, 2011.

MOURA FÉ, M. M.; PINHEIRO, M. V. A.; JACÓ, D. M.; OLIVEIRA, B. A. Geoeducação: a educação ambiental aplicada na geoconservação. In: SEABRA, G. (Org.). Educação Ambiental & Biogeografia, v.2. Ituiutaba: Barlavento, 2016. p.829-842.

NASCIMENTO, M. A. L.; MANSUR, K. L.; MOREIRA, J. C. Bases conceituais para entender geodiversidade, patrimônio geológico, geoconservação e geoturismo. Revista Equador, vol.4, n.3, edição especial 2. Teresina, Piauí, 2015.

NIETO, L. M. Geodiversidad: propuesta de uma definión integradora. Boletín Geológico y Minero, v.112, n.2, p.3-12, 2001.

NUNES, G. C.; NASCIMENTO, M. C. D.; LUZ, M. A. C. A. Pesquisa Científica: conceitos básicos. Id on Line Revista de Psicologia, v.10, n.29. p. 144-151. ISSN 1981-1179. 2016.

PARÁ, Diário Oficial da União N°33624. Lei N°8.624, de 23 de maio de 2018. Disponível em: https://ideflorbio.pa.gov.br/wp-content/uploads/2019/01/Decreto_Cria%C3%A7%C3%A3o_MNAtalaia-1.pdf . Acesso em: 14/01/2021.

PARKHAEV, P. Y. Origin and the Early Evolution of the Phyllum Mollusca. Paleontological Journal, v.51, n.6, p.663-686, 2017.

RAJA, N.B.; DUNNE, E.M.; MATIWANE, A.; KHAN, T. M.; NÄTSCHER, P. S.; GHILARDI, A. M.; CHATTOPADHYAY, D. Colonial history and global economics distort our understanding of deep-time biodiversity. Nat Ecol Evol. < https://doi.org/10.1038/s41559-021-01608-8 >, 2021.

RAMALHO, L.V.; SERRANO, F.; RUEDA, J.L.; TÁVORA, V.A.; ZÁGORŠEK, K. New update on the bryozoan assemblage of the Miocene Pirabas Formation, Brazil. Australasian Palaeontological Memoirs 52, v.11, n.15, p.109–114, 2019.

RANIERI, L. A.; EL-ROBRINI, M. Condição Oceanográfica, Uso e Ocupação da Costa de Salinópolis (Setor Corvina – Atalaia), Nordeste do Pará, Brasil. Revista de Gestão Costeira Integrada, v.16, n.2, p.133-146, 2016.

ROSSETTI, D. F.; GÓES, A. M.; SOUZA, L. S. B. Estratigrafia da sucessão sedimentar Pós-Barreiras (Zona Bragantina, Pará) com base em radar de penetração no solo. Brazilian Journal of Geophysics, v. 19, n.2, 2001.

RUPPERT, E.E.; FOX, R.S.; BARNES, R.D. Zoologia dos Invertebrados. 7ª ed. Editora Roca, São Paulo. 1145 p. 2005.

SALINÓPOLIS [Plano Diretor Participativo (2018)]. Plano Diretor Participativo de Salinópolis, PA: Lei Municipal nº 2.896/2018. Disponível em: http://www.camarasalinopolis.pa.gov.br/arquivos/52/_0000001.pdf . Último acesso:01/07/2020.

SANTOS R.S.; TRAVASSOS S. Contribuição à Paleontologia do Estado do Pará. Peixes fósseis da Formação Pirabas. Monografia da divisão de Geologia e Mineralogia, Departamento Nacional da Produção Mineral, n.16 p.1-35, 1960.

SCIFONI, S. Os diferentes significados do Patrimônio Natural. Diálogos, DHI/PPH/UEM, v.10, n.3, p.55-78, 2006.

SEPULVREDA, Barbara Alves; COSTA, Sue Anne Regina Ferreira da; LIMA, Aline Maria Meiguins de. Avaliação do geossítio da Praia do Atalaia (Pará, Brasil): proposta de sítio paleontológico na Amazônia Oriental. PerCursos, Florianópolis, v. 23, n.52, p. 308 - 331, maio/ago. 2022.

SILVA, J. F. A.; AQUINO, C. M. S. Ações geoeducativas para divulgação e valorização da geodiversidade e do geopatrimônio. Geosaberes, Fortaleza, v.9, n.17, p.1-12, 2018.

SILVA, L. S.; COSTA, S. A. R. F.; Uma proposta de fomento a salvaguarda do patrimônio paleontológico da Praia do Atalaia, Salinópolis, Pará, Brasil. Ver. Iberoam. Patrim. Histórico-Educativo, v.5, p.1-29, 2019.

SILVA, O. F.; LOEWENSTEIN, P. Contribuição a geologia da folha de São Luís (SA-23), no estado do Pará. II novas localidades e razão Mg/Ca do calcário Pirabas. Nova Série: geologia, n.13, 1968.

SILVA, R. A. S. A natureza complexa do patrimônio paleontológico da Praia do Atalaia, município de Salinópolis, Pará, Amazônia Oriental, Brasil. Dissertação de Mestrado. Pós graduação em Ciências do Patrimônio Cultural. UFPA, Belém-PA, 100f, 2021.

SILVA, R. A. S.; COSTA, S. A. R. F. Praia, mar e fósseis: o patrimônio paleontológico da Amazônia Paraense a partir das contribuições do pensamento complexo. RIDPHE_R Revista Iberoamericana do Patrimônio Histórico-Educativo, Campinas, SP, v. 7, n. 00, p. e021019, 2021. DOI: 10.20888/ridpher.v7i00.15556.

SILVA, R. A. S.; MARÇAL, A. L. L.; SEPULVREDA, B. A.; MENEZES, F. A. M. LINHARES, A. P.; COSTA, S. A. R. F. A coleção paleontológica do museu paraense emílio goeldi e sua relação com a mineração no município de Capanema-PA. In: ANAIS..., 2019, Uberlândia. Anais eletrônicos, Campinas, Galoá, 2019. Disponível em: < https://proceedings.science/cbp-2019/papers/a-colecao-paleontologica-do-museu-paraense-emilio-goeldi-e-sua-relacao-com-a-mineracao-no-municipio-de-capanema-pa?lang=en > Acesso em: 05 out. 2021.

SOARES, M. O.; SILVA, W. S. P.; SILVA, L. K. F.; SILVA, T. C. Percepção Ambiental e Educação Patrimonial: Estudo de Caso sobre a Conservação do Patrimônio Paleontológico. RBCiamb, n.33, p.100-117, 2014.

SOUSA, S. Z.; PIMENTA, C. O.; MACHADO, C. Avaliação e gestão municipal da educação. Est. Aval. Educ., São Paulo, v. 23, n. 53, p. 14-36, set/dez. 2012.

TÁVORA, V. A.; AZEVEDO, J. V. T. C. Revisão Sistemática da Família Architectonicidae (Gastropoda) da Formação Pirabas (Mioceno Inferior), Estado do Pará, Brasil. Anuário do Instituto de Geociências, v.44, 2021. DOI: https://doi.org/10.11137/1982-3908_2021_44_35020

TÁVORA, V. A.; IMBELONI, E. F. F.; CACELA, A. S. M.; Baia, N. B. Invertebrados In: ROSSETTI, D. F.; GÓES, A. M. O Neógeno da Amazônia Oriental. Museu Paraense Emílio Goeldi (coleção Friedrich Katzer). Belém, Pará, p.111-131, 2004.

TÁVORA, V. A.; MONTEIRO, D. B.; GOMES, I. C. C. Systematic review of brazilian Nautiloidea cephalopods. Paleontologia Mexicana, v.8, n.1, p.1-16, 2019.

TÁVORA, V. A.; NOGUEIRA NETO, I. L. A.; MACIEL, L. M. Geologia e paleontologia de biohermito da Formação Pirabas (Mioceno Inferior). Geol. USP, Sér. cient., v. 13, n. 3, p. 2-40, 2013.

TÁVORA, V. A.; SANTOS, A. A. R.; ARAÚJO, R. N. Localidades fossilíferas da Formação Pirabas (Mioceno Inferior). Bol. Mus. Para. Emílio Goeldi Ciências Naturais, v.5, n.2, p.207-224, 2010.

TÁVORA, V. A.; SOUZA, B. L. P.; NOGUEIRA NETO, I. L. A. Micropaleontologia de Litofácies Recifal da Formação Pirabas (Mioceno Inferior), Estado do Pará, Brasil. Anuário do Instituto de Geociências – UFRJ, v.37, n.2, p.100-110, 2014.

VIANA. M. S. S.; CARVALHO, I. S. Patrimônio Paleontológico. Editora Interciência. 1.ed. Rio de Janeiro, 2019.

WORMS, EDITORIAL BOARD. World Register of Marine Species. Disponível em: http://www.marinespecies.org em VLIZ. 2021. Acesso em: 22 de outubro de 2021. doi:10.14284/170.
Published
31/03/2024
How to Cite
SEPULVREDA, Barbara Alves; COSTA, Sue Anne Regina Ferreira da; LIMA, Aline Maria Meiguins de. FOSSILS FROM THE AMAZON: AN ANALYSIS FROM THE GEOPATRIMONY OF SALINÓPOLIS, PARÁ, BRAZIL. Geosaberes, Fortaleza, v. 15, p. 134 - 151, mar. 2024. ISSN 2178-0463. Available at: <http://www.geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/1285>. Date accessed: 18 may 2024. doi: https://doi.org/10.26895/geosaberes.v15i0.1285.
Section
ARTICLES