“O “sangue” e o “solo”. O patrimônio, fator de pertencimento de um território urbano”

  • Maria Gravari-Barbas

Resumo

O artigo, “O “sangue” e o “solo”. O patrimônio, fator de pertencimento de um território urbano”, da geógrafa Maria Gravari-Barbas tece reflexões sobre o patrimônio tratando-o como fator de pertencimento a um território urbano. A geógrafa foi uma das primeiras a tratar conceitualmente o patrimônio em geografia com este artigo e é contemporânea de Guy Di Méo neste contexto. 

Publicado
02/02/2015
Como Citar
GRAVARI-BARBAS, Maria. “O “sangue” e o “solo”. O patrimônio, fator de pertencimento de um território urbano”. Geosaberes, Fortaleza, v. 5, n. 1, p. 24-33, fev. 2015. ISSN 2178-0463. Disponível em: <http://www.geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/293>. Acesso em: 10 dez. 2018.
Seção
REFLEXÕES PATRIMONIAIS